terça-feira, 22 de setembro de 2015

QUEM SÃO OS ATEUS ?









Caracteriza-nos a nossa descrença na metafísica e numa entidade divina superior. Temos os pés bem assentes na Terra onde nascemos, vivemos, e aprendemos - e juntos vamos fazer dela o paraíso de todos.

Somos um grupo de livre-pensadores, reunindo correntes ideo-filosóficas como o ateísmo, o cepticismo, o agnosticismo, o laicismo... e todas as correntes que valorizem a humanidade e a vida terrestre como um bem natural da qual o fenômeno divino está alheio.

A diferença é o que nos une a todos como cidadãos de um povo global.

Recusamos o pensamento uniforme e a massificação de ideologias, queremos que todos tenham o direito a escolher o seu modo de pensar e de viver, sem medo do preconceito e da intolerância.

Escolhemos não acreditar que Deus existe. O ateísmo é fruto de uma filosofia baseada na informação científica que dispomos, na experiência social, e no pensamento progressivo.

Encontramos motivos para não crer, ou simplesmente não encontramos motivos para crer. É uma decisão pessoal que não afeta mais ninguém senão o próprio indivíduo, por isso escolhemos também respeitar as opiniões contrárias com o mesmo respeito que exigimos para nós.

Centramos as nossas atenções na humanidade. Na virtude e no seu lado frágil, nas conquistas e nos fracassos, nos problemas e nos poderes que o ser humano tem vindo a construir ao longo da sua existência.

Procuramos a verdade e o conhecimento. Somos uma forma de vida que tem a capacidade de aprender, a vontade de conhecer, a curiosidade para descobrir, e as ferramentas intelectuais para alcançar a sabedoria.

Estamos conscientes do caminho árduo das descobertas, de que novas repostas nos trarão novas questões, mas sabemos que a razão humana aliada a um sentimento de humildade e honestidade levará muito mais longe o nosso patrimônio quebrando as fronteiras da ignorância e revelando-nos grandes e novos saberes.

O movimento ateísta é um movimento construtivo. Não cremos na existência de Deus, questionamos as religiões como instituição, e defendemos a separação entre Estado e Igreja para construir um mundo mais livre onde todos possam coexistir pacificamente independentemente das suas crenças ou opiniões, onde todos possam expressar os seus sentimentos e ideias, e onde todos ponham a humanidade e a vida na Terra como o centro das nossas preocupações e cuidados.

Atrevemo-nos a pensar livremente. Ousamos ser humanos. Somos os ateus e ateias deste planeta.

Leitura Sugerida
ATEUS E ATEIAS FAMOSAS




2 comentários:

  1. Respostas
    1. Faltou acentuar a palavra proparoxítona, talvez seja preciso dizer que a vogal "E", no caso, leva acento agudo.

      Excluir