domingo, 31 de janeiro de 2016

JESUS CURA UM MUDO ENDEMONIADO


UM RECADO PARA JESUS




É dito em Mateus, capítulo 9, versículos 32 e 33, (1) que levaram a presença de Jesus um homem mudo e endemoniado. Então bastou Jesus expulsar o demônio e o homem falou deixando maravilhada a multidão que presenciou o milagre.

Há nesta passagem bíblica três milagres. O primeiro foi "soltar" a língua do mudo, o segundo foi abrir os ouvidos do surdo e o terceiro - o surdo aprendeu aramaico em apenas um segundo.

Para aqueles que acham que a bíblia é a palavra de Deus, este fato por si só, desmorona declaração tão desprezível. Pois sendo Deus um ser que sabe de tudo, fica provado que neste caso, que o fato milagroso registrado por quem escreveu o livro atribuído a Mateus pensava como os Sumérios: As doenças eram causadas por demônios. (2)

Segundo ainda Mateus, ou a quem se possa atribuir o livro que leva sua chancela, que o autor não sabia que os surdos não falam por que não escutam. E mesmo que por milagre a audição fosse ativada, não havia tempo para o mudo aprender num piscar de olhos o idioma falado pela multidão, suposta testemunha do milagre.

Eu não teria nenhuma dificuldade de explicar a improcedência desse suposto milagre se estivesse do outro lado do mundo, mas sou brasileiro onde a quase totalidade dos meus compatriotas acreditam que Jesus ainda faz maravilhas. Eu moro em um país onde as igreja ensinam que Deus fez o mundo em seis dias e descansou no sétimo, mas que nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio os participantes esquecem o que foi ensinado nas igrejas e usam o raciocínio lógico e correto para obter boas notas.

Mas que mistério é esse que levam os jovens que participaram do Enem a esquecerem das questões puramente científicas dessa prova e discursarem nas igrejas e fora delas a possibilidade de o Sol ter parado no cerco de Jericó (3) ou que ouro e prata enferrujam? (4)  Ou ainda que o grão de mostarda é o menor grão do mundo? (5)





(1) Mateus 9


E, havendo-se eles retirado, trouxeram-lhe um homem mudo e endemoninhado.
E, expulso o demônio, falou o mudo; e a multidão se maravilhou, dizendo: Nunca tal se viu em Israel.
Mateus 9:32,33



(2) Medicina Suméria

A ciência dos sumérios contribuiu em grande parte para as civilizações do ocidente e oriente.

 Uma tabuinha encontrada em Nippur pode ser considerada o primeiro manual de medicina do mundo! Nessa tabuinha, onde havia fórmulas químicas e fórmulas mágicas (encantamentos), com termos tão especializados que para serem traduzidas foi preciso a  ajuda de cientistas  químicos.

Na farmácia, usava-se substâncias vegetais, animais e minerais. Laxantes, purgantes e diuréticos formavam a maioria dos remédios daquele povo. Determinadas cirurgias também eram postas em prática.

Os Sumérios explicavam a doença como uma consequência do aprisionamento de um demônio dentro do corpo humanos que se tentava escapar. O objetivo do remédio era convencer o demônio que se continuasse naquele corpo seria uma experiência desagradável.

Os sumérios colocavam um carneiro ou cabra próximo ao doente, esperando atrair o demônio para dentro do corpo do animal, que depois era  morto. Às vezes usavam uma estátua, e se conseguissem transferir para ela o demônio cobriam-na depois de betume. Nas receitas da  Mesopotâmia usavam números mágicos.

Os Sumérios identificavam vários “demônios” causadores de doenças para exorcismos e faziam registros escritos do tratamento específico das várias doenças identificadas como: gastrite; prisão de ventre; distúrbios biliares, apoplexia; otite; blenorragia; afecções renais e da bexiga.


(3) JOSUÉ 10:12,13 - Então Josué falou ao Senhor, no dia em que o Senhor deu os amorreus nas mãos dos filhos de Israel, e disse na presença dos israelitas: Sol, detém-te em Gibeom, e tu, lua, no vale de Ajalom.


E o sol se deteve, e a lua parou, até que o povo se vingou de seus inimigos. Isto não está escrito no livro de Jasher? O sol, pois, se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro.


(4) TIAGO 5:3 - O vosso OURO e a vossa PRATA se ENFERRUJARAM; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e comerá como fogo a vossa carne. Entesourastes para os últimos dias.



(5) MARCOS 4:31 - É como um grão de mostarda, que, quando se semeia na terra, é a menor de todas as sementes que há na terra;


 Recomenda a leitura dos livros e sites quando indicados como fontes. Os posts contidos neste blogger são apenas apontamentos de estudo.










6 comentários:

  1. Ele pôde criar o Universo inteiro com bilhões de galáxias mas não poderia fazer uma pessoa falar aramaico. No pentecostes fez os discípulos falarem em línguas que não eram as suas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VAMOS PENSAR UM POUCO?

      A bíblia me diz que Jesus nasceu de uma virgem e a tradição comemora o nascimento de Jesus em 25 de dezembro. que ocorreu há aproximadamente 2015 anos. Logo Jesus é um Deus que teve inicio, e em assim sendo, não poderia antes de ter nascido criar o universo com bilhões de galáxias.

      Excluir
  2. Anônimo, que pensar de um Deus que fez tudo isso que você fala, que viveu entre nós, morreu, ressuscitou dos mortos (Segundo o Novo Testamento) e não deixou nada escrito? Não ensinou um só remédio? Segundo você foi Jesus que criou o ouro e a prata e todas as sementes, mas quando vai falar sobre eles erra ao dizem que ouro de prata enferrujam e que a semente de mostarda é a menor semente do mundo?

    E por fim, pentecostes é matéria de fé, não é fato.

    ResponderExcluir
  3. Interessante o fato de vc citar o aprendizado do Idioma em segundos ...Mas Parou pra pensar no fato dele estar mudo devido a possessão demoniaca, Logo ele Antes Falava e conhecia o idioma entao Jesus o livra do demonio Voltando ele ao seu estado "Normal"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com a palavra, Rev. Canon William V. Rauscher

      A necessidade de acreditar em falsos milagres às vezes ultrapassa não só a lógica mas, aparentemente, até a sanidade mental.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir